domingo, 24 de fevereiro de 2013

Ano da Fé: Os três símbolos da fé


Os três códigos verbais da fé que a Igreja constituiu nos quatro primeiros séculos são:

a) o antigo credo romano ou Símbolo dos Apóstolos, organizado no século II; 
b) o símbolo que foi formulado no Concilio de Niceia, em 325; 
c) e o símbolo que desenvolveu o artigo sobre o Espírito Santo, no Concílio de Constantinopla, em 381.

O Símbolo dos Apóstolos, que é a base dos outros símbolos, é o antigo credo romano. Tem como conteúdo central os três artigos principais da fé, os quais concernem ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 

Então a definição da Santíssima Trindade é o conteúdo central da nossa fé; tudo o mais decorre destes três artigos, como por exemplo, a Igreja, a Virgem Maria, a comunhão dos fiéis, que, pela graça batismal, são chamados de santos, sobretudo pelo Apóstolo Paulo. 

Durante dois séculos usava-se somente o Símbolo dos Apóstolos, até que no início do século IV ocorreu o Concílio de Niceia, convocado pelo imperador Constantino para por fim à heresia do arianismo, que levantava suspeitas sobre a divindade do Filho. 

Não tardou para que uma nova heresia criasse confusão em relação ao Espírito Santo. Então, no final do século IV, o imperador Teodósio convocou para Constantinopla um novo concílio ecumênico. 

O Concílio desenvolveu o terceiro artigo trinitário, aprofundando a fé no Espírito Santo. Desde então, o símbolo mais completo e mais desenvolvido é o Símbolo Nicenoconstantinopolitano.

Pe. Valeriano dos Santos Costa

Publicado por Dermeval Neves - http://www.npdbrasil.net.br

CITAÇÃO DE FONTE:
Texto extraído do Folheto Dominical:
POVO DE DEUS EM SÃO PAULO - SEMANÁRIO LITÚRGICO
Publicação da Mitra Arquidiocesana de São Paulo
Av. Higienópolis, 890 - São Paulo - SP - 01238-000 TEL: 3660-3700
Diretor: Côn. Antônio Aparecido Pereira
Redator: Pe. Valeriano dos Santos Costa
Ilustrador: Marco Funchal 5071-3808
Diagramador: Eduardo Cruz
Assinaturas: Luana Oliveira r.3718
E-mail: povodedeus@arquidiocesedesaopaulo.org.br

Sacrosanctum Concilium: Renovação e valorização da liturgia

O capítulo II da Sacrosanctum Concilium trata especificamente do mistério eucarístico como memorial da morte e ressurreição de Cristo. 

Uma das maiores preocupações do Concílio, em sintonia com o movimento litúrgico, foi rever os ritos, tornando-os mais simples e significativos. O ritual da missa foi simplificado e a Liturgia da palavra ampliada. 

A homilia passou a ser valorizada, pois é "a exposição dos mistérios da fé e das normas da vida cristã" (SC, n.52). 

As renovações apontadas para os outros sacramentos são enfatizadas no capítulo três e referem-se principalmente à renovação dos rituais, realiada com primor nos anos seguintes.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Ano da Fé: A dimensão comunitária da fé


Além da dimensão pessoal, expressa na afirmação eu creio, a fé tem uma dimensão comunitária, que não permite que ninguém creia de forma isolada, mas junto com outros.

Assim, ao dizer: eu creio; possa-se dizer, ao mesmo tempo: nós cremos!

Em outras palavras, o que eu creio é o que nós cremos, ou seja, o que a Igreja crê. Para isso é necessário se esclarecer o conteúdo da fé, que não é uma certeza especulativa, mas uma certeza de adesão.

Já dizia Santo Tomás, o intelecto seja instruído do que lhe é dado a crer, para que possa pensá-lo, e que tenha uma inclinação a fim de que possa dar seu assentimento (In Sent. III, a. 2, q.2 resp.).

Dessa forma, a Igreja codificou, com afirmações que representam um resumo das Sagradas Escrituras, o conteúdo da fé em três credos que se tornaram, desde os primeiros séculos, os códigos verbais simbólicos para a profissão litúrgica e individual da fé.

São o Símbolo dos Apóstolos, o Símbolo de Niceia e o Símbolo de Constantinopla, sendo que este último, o Símbolo Nicenoconstantinopolitano, é o desenvolvimento do Símbolo de Niceia.

Pe. Valeriano dos Santos Costa

Publicado por Dermeval Neves - http://www.npdbrasil.net.br

CITAÇÃO DE FONTE:
Texto extraído do Folheto Dominical:
POVO DE DEUS EM SÃO PAULO - SEMANÁRIO LITÚRGICO
Publicação da Mitra Arquidiocesana de São Paulo
Av. Higienópolis, 890 - São Paulo - SP - 01238-000 TEL: 3660-3700
Diretor: Côn. Antônio Aparecido Pereira
Redator: Pe. Valeriano dos Santos Costa
Ilustrador: Marco Funchal 5071-3808
Diagramador: Eduardo Cruz
Assinaturas: Luana Oliveira r.3718
E-mail: povodedeus@arquidiocesedesaopaulo.org.br

SACROSANCTUM CONCILIUM:
A RENOVAÇÃO E VALORIZAÇÃO DA LITURGIA

Como salientamos na edição anterior, a Sacrosanctum Concilium é dividida em sete capítulos. Logo no primeiro encontramos a sua fundamentação teológica, a parte mais importante e profunda do documento. 

A liturgia é apresentada no horizonte da história da salvação, cujo fim é a redenção humana e a perfeita glorificação de Deus. Ela é sacrifício, memorial do mistério pascal, renovação da aliança. Ela é "simultaneamente a meta para a qual se encaminha a ação da Igreja e a fonte de onde promana toda a sua força" (SC, n. 10). 

Sobre a presença de Cristo, o número 7 esclarece-nos: "Para realizar tão grande obra, Cristo está sempre presente na Sua Igreja, especialmente nas ações litúrgicas. Está presente no sacrifício da Missa, quer na pessoa do ministro, quer sobretudo sob as espécies eucarísticas. Está presente com o seu dinamismo nos sacramentos, de modo que, quando alguém batiza, é o próprio Cristo que batiza. Está presente na sua palavra, pois é Ele que fala ao ser lida na Igreja a Sagrada Escritura. 

Está presente, enfim, quando a Igreja reza e canta".

sábado, 9 de fevereiro de 2013

ANO DA FÉ: A dimensão pessoal da fé


Transcrição do texto do Padre Valeriano para a Quarta-Feira de Cinzas

A fé tem duas dimensões inseparáveis: a dimensão pessoal e a dimensão comunitária. A dimensão pessoal se expressa na afirmação: eu creio! Traduz uma confiança tão forte que leva a pessoa a entregar-se a Deus em atitude de obediência, a ponto de dizer: Eis-me aqui, envia-me.

O verbo crer aparece pela primeira vez nas Escrituras em Genesis 15,6, quando Abraão encontrou-se diante de um limite que humanamente não podia superar. Ele acreditara na promessa divina de formar um povo de sua posteridade. Porém, tanto Abraão como Sara, sua esposa, tinham idade avançada, além do que Sara era estéril. Deus aparece a Abraão e lhe diz: Não tenhas medo, Abraão, eu sou teu escudo, tua recompensa será muito grande (Gn 15,1).

Abraão levanta uma dúvida metódica: Senhor, que recompensa terei, se sequer um filho posso ter (Gn 15,2)? Então Deus conduziu Abraão para fora e disse: ergue os olhos para o céu e conta as estrelas, se fores capaz, e acrescentou: assim será a tua posteridade. Abraão creu e isso foi tido em conta de justiça (Gn 15,5-6).

Nesse ato de fé encontramos quatro atitudes em relação a Deus: escutar, dialogar (oração), confiar e obedecer.

Pe. Valeriano dos Santos Costa


Publicado por Dermeval Neves - http://www.npdbrasil.net.br

CITAÇÃO DE FONTE:
Texto extraído do Folheto Dominical:
POVO DE DEUS EM SÃO PAULO - SEMANÁRIO LITÚRGICO
Publicação da Mitra Arquidiocesana de São Paulo
Av. Higienópolis, 890 - São Paulo - SP - 01238-000 TEL: 3660-3700
Diretor: Côn. Antônio Aparecido Pereira
Redator: Pe. Valeriano dos Santos Costa
Ilustrador: Marco Funchal 5071-3808
Diagramador: Eduardo Cruz
Assinaturas: Luana Oliveira r.3718
E-mail: povodedeus@arquidiocesedesaopaulo.org.br

CONCÍLIO VATICANO II - Parte 3


A CONSTITUIÇÃO SOBRE A LITURGIA
(Sacrosanctum Concilium)
RENOVAÇÃO E VALORIZAÇÃO DA LITURGIA


No dia 04 de dezembro de 1963 foi aprovado e publicado o primeiro documento do Concílio Vaticano II. Trata-se da constituição Sacrosanctum Concilium, sobre a sagrada liturgia, que estabelece os princípios teológico-pastorais fundamentais para desencadear uma profunda reforma urgente e necessária, da liturgia e da própria Igreja.

A renovação da liturgia era uma exigência unânime, fruto das transformações trazidas pelo movimento litúrgico iniciado no final do século XIX. A promulgação desse documento foi um marco na vida da Igreja, fundamental para a promoção e o desenvolvimento da liturgia. Devolveu-se a ela a verdadeira importância e centralidade na vida cristã, pois é a mais perfeita expressão do mistério de Cristo e da nossa união com Deus.

"A liturgia contribui em sumo grau para que os fiéis exprimam na vida e manifestem aos outros o mistério de Cristo e a autêntica natureza da verdadeira Igreja, que é simultanemente humana e divina, empenhada na ação e dada à contemplação" (SC, n.2).

Sendo dividida em sete partes, nas próximas edições faremos a apresentação de cada.

Dermeval Neves - http://www.npdbrasil.net.br

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Bate-Papo de um Adulto e uma Criança


Que bom seria se todos os diálogos em chats da internet fossem como esse... Principalmente entre um adulto e um jovem de 14 anos, tarde da noite...
Abraços a todos...

Carlinhos14 23:19:51:  o q q aconteceu com o nosso amigo?
Zorbah 23:21:30:  ele deve estar AFK ou LDT
Carlinhos14 23:21:38:  hj foi puxado, meu...  tive q aturar os professores o dia inteiro
Zorbah 23:22:37:  amiguinho... não pense assim... eles estão lá cumprindo uma missão muito especial: te ensinar os melhores caminhos na vida...
Zorbah 23:22:52: são teus amigos... pode ter certeza disso...
Carlinhos14 23:23:29: mas eu reclamo pq ao invés deles tá dando aula eles ficam falando da vida deles. q isso tem a ver com ciências?
Carlinhos14 23:25:27: q eles são meus amigos eu sei mas acostumei com os professores do ano passado e chega um kra q veio pra falar da vida deles e ñ debater nd'z nem fazer nd no quadro
Zorbah 23:27:04: bom... eu não estava lá e por isso não tenho condições de julgar, mas quando eu dava aulas eu gostava de contar algumas experiências da minha vida pessoal para incentivar em meus alunos sentimentos de simpatia e empatia, mesmo que não tivesse relação com a matéria...
Carlinhos14 23:27:39:  atá
Zorbah 23:28:07:  Carlinhos, eu coloquei de propósito duas siglas quando vc perguntou do nosso amigo... vc sabe o que significam - AFK e LDT?
Carlinhos14 23:28:28:  ñ... nem faço ideia
Zorbah 23:29:19:  AFK: Away From Keyboard (inglês) - LDT: Longe Do Teclado (português)
Carlinhos14 23:29:59: pera vou pra google tradutor... inglês nunca foi meu forte
Zorbah 23:30:28:  não tem que procurar nada, a tradução já está aí...
Carlinhos14 23:30:39:  atá
Zorbah 23:31:07:  rapaz.. eu não sei quantos anos vc tem, mas aprende bem o Português e fica bom em inglês e espanhol se quiser ter chances de uma boa carreira profissional...
Carlinhos14 23:31:35:  vc trabalha em q?
Zorbah 23:31:51: Eu trabalho com Marketing e Vendas... qual a sua idade?
Carlinhos14 23:32:33:  14 - fazer 15 na vdd... e vc?
Zorbah 23:32:39:  tenho 56 anos... faço 57 dia 14...  muito bom te conhecer... vc está numa das melhores fases da vida: a juventude... aproveite para aprender e realizar coisas boas que vão ser seu alicerce na vida adulta...
Carlinhos14 23:34:49:  meus professores ñ sabem o q eu tenho fora da escola, inglês é desconhecido pra mim. Agora nas provas é bem diferente!
Zorbah 23:36:21: quando eu tinha sua idade, meu avô Francisco me deu um conselho que sigo até e hoje e que me ajuda muito na vida profissional: "Aprenda o máximo que puder sobre tudo que estiver ao seu alcance. Saiba mais do que sua idade, curso, escola ou trabalho exigem de você, e quando tiver um objetivo, não descanse enquanto não o completar. Nunca deixe nada no caminho sem terminar..."
Zorbah 23:37:18:  vc pode achar que são palavras de um cara velho, mas um dia vc vai lembrar disso...
Carlinhos14 23:37:32:  boa zorbah vc é bom nessas coisas, vc seguiu o conselho do seu avô e agora eu vou seguir o seu conselho
Zorbah 23:39:44:  o conselho do meu avô me fez muito bem e consegui muitas coisas boas nesta vida... hoje vc pode me perguntar sobre qualquer coisa que eu tenho facilidade em responder e se não souber, eu sei exatamente onde e como procurar a resposta...
Carlinhos14 23:40:20:  vc é 10 !!
Zorbah 23:40:43:  não, meu amiguinho, apenas tive a sorte de ter um bom conselheiro e acreditei em suas palavras...  E estudar é muito mais do que escutar e aprender o que os professores ensinam e fazer provas... Na verdade, é a forma de pesquisar as coisas e encontrar as soluções o que mais importa nisso tudo... Passar nas provas apenas mostra que você aprendeu como fazer isso...
Carlinhos14 23:41:15: vdd zorbah
Zorbah 23:44:57:  é isso aí... agradeça a Deus e peça que ele te mande sempre novos desafios, pois cada desafio vencido te traz a experiência que você precisa para uma vida feliz e produtiva...
Carlinhos14 23:45:16:  ok
Zorbah 23:45:31:  fique longe das drogas e das coisas erradas e você será uma pessoa feliz...
Carlinhos14 23:46:41: drogas nunca meu... posso ser o q for, mas tudo, menos isso!
Zorbah 23:46:54:  com certeza, estou certo de que você é um jovem sensato e deve ter sido muito bem educado... meu amiguinho... Já é tarde e agora tenho que sair do chat e ir dormir e você também... Amanhã a gente se fala mais... Certo?
Carlinhos14 23:47:12:  ok zorbah até mais bom descanso e boa noite
Zorbah 23:48:01:  Que Deus te abençoe e te dê uma boa noite... Um abração...
Carlinhos14 23:48:35:  pra vc tbm... abração e obrigado pelo papo... aprendi muito em tão pouco tempo... Ah... meu pai e minha mãe estão aqui do meu lado e te mandam um abraço também... eles gostaram do que você me falou... kkkkkkkk...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

O Concílio Vaticano II - Parte 2


ABERTURA DO CONCÍLIO

A cerimônia litúrgica de abertura do concílio, 11 de outubro de 1962, teve uma grandiosidade excepcional.

No final da cerimônia, João XXIII pronunciou um importante discurso, onde fez memória à história dos concílios ecumênicos e situou Cristo no centro da História e da vida. 

Segundo João XXIII, o ideal para a Igreja não é a restauração de uma pretensa Idade dourada que teria desaparecido, explicando que a Igreja de seu tempo não dependia das ingerências dos poderes civis que, outrora, pesaram sobre a história dos concílios. O Vaticano II, ao contrário, se reuniu em plena liberdade.

Por isso, a Igreja devia-se concentrar sobre aquilo que pode realmente oferecer ao mundo: a mensagem do Evangelho, "sem enfraquecê-la nem alterá-la". 

O Vaticano segundo não seria um concílio de condenação: "A Esposa de Cristo prefere recorrer ao remédio da misericórdia a usar as armas da severidade. Ela acredita que, em vez de condenar, responde melhor às necessidades de nossa época pondo em maior evidência as riquezas de sua doutrina".

...  Acompanhe aqui a continuação desta história tão importante para nossa Igreja...

Que Deus os abençoe!

Dermeval Neves
http://www.npdbrasil.com.br  -  http://www.npdbrasil.net.br

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O Verdadeiro Cristão

Caríssimos Irmãos e Irmãs,

Que a Paz de Jesus esteja sempre com todos!

Em meu site www.npdbrasil.net.br retransmito diariamente os programas do Padre Reginaldo Manzotti: Momento de Oração, Oração da Tarde e a reprise do último Evangeliza Show.

Nos programas Momento de Oração e Oração da Tarde o padre faz a leitura e explanação da liturgia diária e as orações da novena da semana, sendo uma novena a cada 15 dias, durante todo o ano.   Nesta quinzena estamos acompanhando a Novena de São Brás, e a explicação da leitura de hoje me fez pensar muito e decidi compartilhar com vocês.

Por favor, dediquem apenas 4 minutos de seu tempo e assista este vídeo e se gostarem, compartilhem.  Nós, Cristãos, podemos e devemos sim levar a Palavra de Deus para qualquer ambiente que convivemos... Pense Nisso! Deus precisa da missão e exemplo de todos nós, os apóstolos de hoje que Jesus envia ao mundo para pregar a boa nova!

video
Que Deus abençoe a todos nós.

Dermeval Neves